Michael Jackson

Michael Jackson – Duelo de Tributos

Num período em que abundam versões de músicas conhecidas do grande público em estilo de salsa lançamos um olhar sobre alguns dos trabalhos realizados com o legado do Rei da Pop: Michael Jackson.

As propostas

Não é preciso uma investigação muito profunda nos meandros da internet para encontrar versões das músicas de Michael Jackson em salsa. As propostas são variadas e vão desde grandes produções até edições de carácter mais rudimentar.

A explosão da tecnologia transformou um computador portátil numa poderosa ferramenta de produção musical e de áudio e, o desenvolvimento do negócio e divulgação online, nomeadamente de plataformas como o iTunes, Google Play, Spotify e de canais como o Youtube, SoundCloud e MixCloud, facilitou o aparecimento de mais versões.

Neste texto vamos focar a nossa atenção em dois projectos que cativam pela excelência da produção e cuidado no tratamento de algo tão valioso como alguns dos maiores sucessos de sempre da música pop.

 

Unity – The Latin Tribute to Michael Jackson

A meados de Abril de 2015 chega ao mercado o álbum “Unity – The Latin Tribute to Michael Jackson”, um projecto conjunto entre a Universal Classics, Universal Latin Entertainment e a Universal Music México que se propôs a encarnar e vestir numa roupagem latina o espírito de harmonia do Michael Jackson, unindo as diversas culturas através da música.

Unity - The Latin Tribute To Michael Jackson

A liderar este projecto encontramos um produtor musical, multi-instrumentista e arranjador criado em Miami mas com raízes peruanas: Tony Succar. Para dar forma às suas ideias convidou artistas de renome da música latina como Tito Nieves, Obie Bermúdez, India, Michael Stuart, Kevin Ceballo e Jon Secada. Não descuidando a componente técnica do áudio valeu-se da sabedoria do galardoado Bruce Swedien, o principal engenheiro de som em estúdio do rei. Coisa pouca!

 

Sensações oferecidas

O disco apresenta 12 faixas e, desde logo, é patente a preservação do estilo e identidade das composições originais. Os arranjos são felizes e transportam-nos para o universo latino de uma forma muito natural.

  1. Unity - The Latin Tribute To Michael JacksonI Want You Back
  2. Billie Jean
  3. Man In The Mirror
  4. Sera Que No Me Amas
  5. Earth Song
  6. Human Nature
  7. Todo Mi Amor Eres Tu
  8. Black Or White
  9. Smooth Criminal
  10. They Don’t Care About Us
  11. Thriller
  12. You Are Not Alone

 

A estética da mistura tem a assinatura do estilo americano. Todo muito limpinho e controlado… bem condimentado mas sem nenhum desequilíbrio. Um ou outro tema solta um pouco mais o coração dos tambores mas a configuração da orquestra e a necessidade da gestão do protagonismo de cada instrumento leva a esse balanço mais formal.

 

Patáx Plays Michael – A Tribute

Curiosamente, dois meses depois da publicação do projecto Unity, surge a proposta “Patax Plays Michael – A Tribute”.

Quem não se recorda daqueles curiosos videos de um percussionista a fazer uso do corpo de modelos femininas para criação de música? Pois bem, esse músico chama-se Jorge Pérez, e é o líder deste tributo.

Este artista espanhol, compositor e brilhante arranjador, lançou a banda Patáx em 2013, com o disco “Live From Infinity”, uma proposta de Jazz Fusão que abanou o mercado e abriu caminho a outros devaneios. Colocam em si mesmos o rótulo do género Neo Jazz e, em estúdio, têm uma abordagem visceral: gravação de áudio e video em directo, sem direito a overdubbings.

Patax

As versões propostas neste tributo fascinam tanto pelo respeito às originais, como pelos exuberantes aromas a latin jazz, salsa, flamenco e outros géneros exóticos que conferem uma cor e sabor especial a esta combinação explosiva vincada por uma energia de alta intensidade de um grupo de músicos em ebulição artística.

 

Experiências auditivas

Parece o jogo do gato e do rato… mas também no departamento de faixas oferecidas o número é exatamente igual! São 12 as músicas apresentadas:

  1. Patax Plays MichaelBlack Or White
  2. Billie Jean
  3. Wanna Be Startin’ Somethin’
  4. The Way You Make Me Feel
  5. Keep The Faith
  6. Smooth Criminal
  7. Jam
  8. Thriller
  9. Man In The Mirror
  10. They Don’t Care About Us
  11. Black Or White (Acoustic Version)
  12. Billie Jean (Guaguancó)

As diferenças com o projecto de Tony Succar fazem-se notar quase de imediato. Ao invés de uma abordagem mais Pop aqui somos levados por uma vertente jazzística. É um projecto valente, com arranjos muito criativos (e tremendamente bem conseguidos), arriscado, mas muito confortável. Entra rapidamente no ouvinte e  toca na essência das raízes da música latina. É inquieto mas, ao mesmo tempo, faz sentido e não foge às nossas referências (tanto as latinas como a discografia do Michael Jackson). É muitíssimo bem tocado… e… é feito em directo!

Os videos de Youtube publicados pela banda já acumulam milhares de visualizações. Entendemos porquê. São momentos mágicos. Improvisações surpreendentes em minutos de pura entrega musical.

 

Smooth Criminal Vs Smooth Criminal

Na tentativa de criarmos pontos comuns e de contraste anexamos os videos das versões de ambos os projectos para o tema “Smooth Criminal”. É o momento adequado para dizer: descubra as diferenças!

Unity – The Latin Tribute To Michael Jackson

Patáx Plays Michael – A Tribute

 

Quem ganha? Qual o melhor tributo?

Neste ponto ganhamos todos. São ambas excelentes produções, de elevadíssima qualidade, que trataram o tema com imenso respeito não deixando de imprimir bastante originalidade (mais patente no Patáx).

Dos Estados Unidos vem um disco muito elegante e cuidadosamente pulido e da vizinha Espanha algo mais dinâmico e visceral, repleto de emoção.

Os gostos, influências e pontos de maturação de cada um de nós ditará a preferência. Aqui por estes lados somos puxados para a irreverência dos Patáx. É algo fora da caixa. Refrescante.

E tu? Qual gostas mais?

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: